Rótulos com guias no QGIS

Essa dica é pra você que teve necessidade de colocar rótulos em feições com geometrias muito próximas e precisa mover os rótulos adicionando uma linha guia. Eu tive essa necessidade recentemente no trabalho e encontrei essa dica fantástica do Alexandre Neto, do blog SIG sem grilhetas.

O Alexandre usou uma view no Postgis para automatizar a criação de guias para os rótulos que são movidos de sua posição original. Veja o resultado abaixo:

guidelines

(mais…)

QGIS – Criando um mapa de localização

Olá galera, gravei esse vídeo tutorial por conta da solicitação do colega Alexandre Santos, lá no grupo de discussão da comunidade QGIS Brasil.

Esse grupo é , se não o maior, um dos maiores repositório de conteúdos sobre QGIS na internet brasileira. São mais de 1800 integrantes trocando conhecimentos com uma média de 300 postagens por mês.

Criando o mapa de localização no QGIS

Lá no grupo o Alexandre fez a seguinte questão:

Prezados Listeiros,

Gostaria de fazer um mapa implodido da área de estudo, como demonstrado na figura abaixo, alguém conhece algum tutorial, imagino que uma figura como essa use QGIS + GIMP, muito obrigado,

Modelo QGIS

Alexandre

E nesse vídeo tutorial eu apresento uma forma de criar um mapa nos moldes desse que o Alexandre apresentou. O vídeo é um pouco longo, por isso eu criei um sumário onde é possível pular para uma parte específica do vídeo.

Sumário do vídeo:

Apresentação
Criação das regras de simbologia
Configurando pre-definições
Criando compositor de impressão
Adicionando pre-definições
Conectando os mapas com as linhas
Adicionando escala e norte
Exportando mapa para figura
Inserindo mapa em documento de texto

Nos link abaixo você pode baixar os arquivos utilizados no tutorial:

Dados a nível mundial: http://www.naturalearthdata.com/downloads/
Dados a nível nacional e estadual – IBGE 2014: ftp://geoftp.ibge.gov.br/malhas_digitais/municipio_2014/

Música utilizada no vídeo: The Fiery Furnace – Ethan Meixsell http://bit.ly/20TzLdc

QGIS BRASIL 4 ANOS

QGIS Brasil 4 anos

A comunidade QGIS Brasil foi organizada a partir de 2010 para promover o QGIS no Brasil e países de língua portuguesa. Nossa missão é tornar o software, e seu material de apoio, mais amigável do que ele já é em língua inglesa.

Procuramos apresentar ao usuário QGIS do Brasil um excelente material de apoio com traduções da interface gráfica, manuais e organizar tutoriais, eventos e materiais de divulgação.

(mais…)

CadInput vetorização avançada – QGIS

As ferramentas de vetorização do QGIS ainda são alvos de crítica por parte dos usuários do QGIS, eu sou um dos que acreditam que elas ainda não atingiram sua maturidade. Mas isso pode mudar em breve, já que a comunidade de desenvolvedores não para de criar complementos que agregam novas funcionalidades ao QGIS. Um desses complementos é o CadInput.

Conheça o CadInput

Esse é o plugin que pode mudar a forma sua opinião sobre as ferramentas de vetorização do QGIS. O CadInput ainda é um complemento experimental, portanto ainda é instável e pode não funcionar corretamente em todas as situações, com afirmam os desenvolvedores na página do plugins no github: (mais…)

Mapa de declividade no QGIS 2.2

Conhecer a declividade de um terreno é importante para estudos geológicos, geomorfológicos, hidrológicos, etc. A representação cartográfica da declividade do relevo é feita através de mapas temáticos, expressos em classes com agrupamentos de intervalos que podem variar de acordo com o objetivo que o trabalho se propõe ou adaptação às condições físicas da área estudada.

Vários estudos desenvolveram propostas para as classes de declividades. Nesse tutorial trabalharemos como exemplo a classificação da Embrapa Embrapa (1979), tendo como base dados SRTM.

CRIANDO UM MAPA DECLIVIDADE NO QGIS

Calculando a declividade do terreno:

DeclividadeO primeiro passo é calcular a declividade do terreno. Para isso basta seguir os passos sugeridos no meu último tutorial “CÁLCULOS DE DECLIVIDADE NO QGIS”

Nesse tutorial foi utilizado arquivos SRTM para realizar o cálculo de declividade do terreno. Mas você também pode utilizar os dados do ASTER GDEM, Topodata ou outro MDT. (mais…)